26 novembro 2014

Indo Longe Demais - Tina Seskis

Resenha por: Ana Zuky
Título: Indo Longe Demais
Autor(a): Tina Seskis
Editora: Grupo Editorial Record
Selo: Record
Gênero: Drama / Suspense
Páginas: 308
Compre:  Saraiva  /  Submarino / Americanas
CompareBuscapé
Nota:


Emily Coleman tem uma vida aparentemente feliz, um filho adorável e um marido perfeito, mas, numa certa manhã, decide deixar tudo para trás... Para onde ir agora? O que fazer? Emily está perdida, sozinha no mundo e, por mais que ela tente, não consegue fugir de um passado perturbador. Com uma narrativa ágil e instigante, Tina Seskis conduz o leitor por frustrações, medos e traumas da protagonista que, depois de uma reviravolta em sua vida perfeita, decidiu que o melhor a fazer seria fugir do próprio destino. Com um final surpreendente e uma trama de tirar o fôlego, Indo longo demais é um suspense fascinante, que prende o leitor do início até a última página.

Olá amores,
Indo Longe Demais, foi um presente que recebi do Grupo Editorial Record, claro que me senti naquela fissura para começar a ler. Como pode ver pela sinopse ele chama atenção de qualquer leitor.
A leitura começa instigante mostrando um passado que serve ao todo para a história. Contando sobre o nascimento e a Vida de Emily, que é nossa protagonista.
Tudo mostra que Emily teve uma vida perfeita, mesmo com sua irmã gêmea que é o avesso dela. Sim, meus caros. Contamos com a presença da irmã gêmea de Emily, que desde sempre mostra ser diferente com atitudes estranhas e mesquinhas. Alem o modo de agir e vestir.
Emily é aquele tipo de personagem que você se encanta. Uma garota tímida, prestativa, carinho entre outros adjetivos maravilhosos. Por incrível que pareça para ela, tudo é perfeito. O casamento o filho, mas ela tinha receio de sua felicidade, pois ela achava que tudo poderia perturbar Caroline, sua irmã.
Ate o dia que acontece algo – que não sabemos – e ela foge de sua vida perfeita. Abandona tudo e a todos, para fugir. E ai que mora a pergunta que fazemos quando estamos lendo: Do que exatamente ela foge?

Como disse anteriormente, a sinopse nos instiga a querer descobrir. E por isso me peguei totalmente absorta na historia. Porem nem tudo é como imaginamos.
Achei o inicio, ate uma boa parte pra lá da metade muito cansativo. A autora narra uma historia como diário. Onde a personagem foge e nos fala como esta indo sua vida, com pequenos flash back sobre o passado. Senti falta daquela adrenalina do suspense, que nos instiga mais e mais a querer saber. A história da forma que foi narrada foi muito lenta, sem muita expressão nos acontecimentos.
Claro que é importante sabermos os detalhes para podermos montar e juntar as pontas, mas cadê a dinâmica?
A história começou a pegar fogo e me interessar, quando chegamos ao capitulo 36, onde coisas começam acontecer, e as pontas se prende e a historia tomar outro rumo. O rumo das revelações.  Ai meus caros, garanto que vocês não vão querer desgrudar ate chegar a ultima pagina. Foram revelações de me fazer ficar estupefata com tudo ao que aconteceu anteriormente na história.
O final eu digo: Foi digno! Gostei do final, o achei muito bem desenvolvido e perfeito para tudo que Emily passou.
A trama foi desenvolvida em 1º pessoa, onde podemos contra com a narrativa de Emily. Ela retrada como tudo esta indo, fala um pouco do seu passado. Neste momento podemos observar como ela esta levando tudo, e o que ela acha sobre tudo e todos na sua nova vida.
E em 3º pessoa, quando é posto o flash back. Podemos fazer parte e tirar nossa conclusão sobre personagens, como o marido, a irmã gêmea de Emily e dos pais. Achei a narrativa em 3º pessoa muito melhor e um pouco mais dinâmica que em 1º.

A capa deste livro é misteriosa assim como a historia, gostei da capa e ela retrada bem o conteúdo. A diagramação é simples, as fontes no tamanho normal e folhas amareladas. A revisão esta impecável.
Infelizmente a leitura não me conquistou ao todo.  Contudo para quem gosta de um drama familiar com uma pitada de suspense, vai adorar – realmente ela é bem carregada de drama –. Esta leitura é para ser feita aos poucos, e para leitores não muito afobados como eu. Rs
Espero que tenham gostado e até a próxima.

Beijokas Ana Zuky

10 comentários:

  1. Ana Lindona realmente a sinopse nos deixa com urticárias de curiosidade para saber pq ela foge tendo teoricamente uma vida feliz, o fato de o livro ficar um pouco cansativo me desanimou um pouco, mas a curiosidade para saber os verdadeiros motivos da fuga da protagonista me convenceram a ler. Entrando para minha lista . beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  2. Oi, Ana!
    Eu gosto muito quando um livro nos deixa curiosa para saber logo o final, entender o que houve com a(s) personagem(ns) e etc. Acho que esse é um desses livros. Provavelmente eu iria odiar o começo, sendo ele cansativo; É um fator que poderia me desmotivar e continuar a leitura, mas geralmente eu aguento até onde posso para não ter que abandonar o livro.
    Uma coisa bem clichê em histórias que envolve gêmeos: Pq uma é boa e a outra é má (pode não ser necessariamente "má", mas sempre tem uma personalidade suspeita). Quando o problema não é apenas de personalidade é da forma como eles (ou algo acontece) para que eles troquem de lugar.

    Beijos.
    Blog Cantar Em Verso

    ResponderExcluir
  3. Oi Ana.
    Adoro quando a editora manda essas surpresinhas, eu também fico doidinha pra iniciar a leitura.
    Eu até gosto de narrativas em forma de diário, mas pra isso a escrita do autor tem que ser envolvente, fluida e leve, caso contrário não me envolvo, e com certeza a trama se torna cansativa, um martírio.
    Bom, eu sou bem afobada, gosto que a leitura já comece cheia de adrenalina, acredito que esse livro não vai me ganhar.

    Beijos.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  4. O livro parece ser ótimo, história eletrizante, curto muito drama, mistério e suspense, fiquei bastante interessada em ler!

    ResponderExcluir
  5. Oooi,

    Realmente a sinopse atrai o leitor. Não conhecia a história mas achei um maximo. Logo quando comecei a desenvolver o gosto pela leitura, sempre pegava livros em primeira pessoa e amava, não era tão fã dos livros em terceira. Hoje eu prefiro os em terceira. Mas acho que isso vai muito da escrita do autor. Pena que o inicio é cansativo, mas fiquei feliz em saber que você não desistiu da leitura. Gostei bastante dele, espero ler em breve!


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  6. Surpresas são ótimas <3
    Fiquei bem dividida com a sua resenha. A História parece ótima - como assim a irmã dela age desse jeito monstro?! -, mas essa narrativa arrastada e pouco dinâmica acabam comigo.
    Acabo desanimando de ler no meio da leitura.
    Agora, engraçado que a narrativa em terceira pessoa tenha sido melhor.. sempre acho que em primeira pessoa nos envolvemos mais com a história.

    Beijiinhos ;*
    Andressa - Blog Mais que Livros

    ResponderExcluir
  7. Olá, Ana!

    A premissa do livro é excelente. Fiquei chateado ao saber que você o achou um pouco cansativo, já estava ficando com vontade de ler! A capa é misteriosa sim, haha! Adorei a resenha, vou procurar saber um pouco mais sobre a obra.

    Até mais,
    Sérgio H.

    www.decaranasletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Num livro de 300 páginas, passar a primeira metade com uma leitura arrastada ninguém merece. Por mais que o final seja ótimo, não me estimula por causa desse início lento. Com tantos livros na fila, prefiro passar esse de 3 estrelas e me jogar em outros com recomendações positivas.
    Beijinhos!
    Giulia - www.prazermechamolivro.com

    ResponderExcluir
  9. A capa logo de cara me lembrou de James Patterson.
    Algumas coisas até se assemelham no decorrer da resenha.
    Mas não se comparam.

    ResponderExcluir
  10. Olá, vi o marketing deste livro no Skoob, e confesso que chamou minha atenção, o desejei ler, no primeiro momento da resenha. Assim como você, sou mega afobada. O encanto ainda não foi quebrado, mas é uma leitura para quando eu realmente, não tiver mais livros para ler - o que é complicado-.
    Gostei da resenha, apontou bem os pontos positivos e negativos.

    Beijooos!
    Vivendo em Livros

    ResponderExcluir