22 junho 2015

Beleza Perdida - Amy Harmon

Resenha por: Ana Zuky
Título: Beleza Perdida
Autor(a): Amy Harmon
Editora: Verus
Gênero: Romance / Drama
Paginas: 332
Ano: 2015
Compare e Compre: Buscapé
Adicione: Skoob
Nota:
Sinopse: Beleza Perdida - Ambrose Young é lindo - alto e musculoso, com cabelos que chegam aos ombros e olhos penetrantes. O tipo de beleza que poderia figurar na capa de um romance, e Fern Taylor saberia, pois devora esse tipo de livro desde os treze anos. Mas, por ele ser tão bonito, Fern nunca imaginou que poderia ter Ambrose... até tudo na vida dele mudar. Beleza perdida é a história de uma cidadezinha onde cinco jovens vão para a guerra e apenas um retorna. É uma história sobre perdas - perda coletiva, perda individual, perda da beleza, perda de vidas, perda de identidade, mas também ganhos incalculáveis. É um conto sobre o amor inabalável de uma garota por um guerreiro ferido. Este é um livro profundo e emocionante sobre a amizade que supera a tristeza, sobre o heroísmo que desafia as definições comuns, além de uma releitura moderna de A Bela e a Fera, que nos faz descobrir que há tanto beleza quanto ferocidade em todos nós.

Beleza Perdida de Amy Harmon, é o primeiro livro da autora lançado no Brasil pela editora Verus, que já se pronunciou dizendo que haverá mais lançamentos de Amy. Se engana quem pensa, ao ver a capa ou ler sinopse, que se trata de romance novo adulto. Será mais profundo com direito a ressaca literária.

Narrado em terceira pessoa, intercalando o presente e o passado, vamos acompanhar a trajetória de dois personagens Fern Taylor, uma adolescente normal, mas na escola ninguém a vê assim, a consideram feia pela sua magreza, usar óculos fundo de garrafa e aparelho nos dentes, e Ambrose Young, o atleta da escola, lindo e musculoso, que as mulheres querem e que os homens invejam. Mas após os alunos assistirem na tv os atentados de 11 de setembro, algo muda. A vida para Ambrose tem outro sentido, desencadeando o drama que vai balançar as emoções dos leitores.
Fern sempre fora apaixonada pelo Ambrose, desde o dia em que ele a ajudou enterrar a aranha que esmagou. Porem ele nunca a olhou, até o dia em que descobre que ela era a responsável pelos bilhetes que ele havia trocado com Rita, amiga de Fern. Mesmo se sentindo enganado, algo dentro dele despertou, mas não foi o suficiente, logo ele e seus quatro amigos foram para o Afeganistão. Dois anos se passaram, e o único a retornar foi ele, mas não é como antes, algo aconteceu e agora ele se esconde do mundo e de todos.

Seria um reconto de A Bela e a Fera, se não fosse a profundidade de sentimentos que a autora descreve neste sick-lit, dramático, romântico e lindo. Os personagens Fern e Ambroise são o foco, mas os secundários não perdem seu papel fundamental, como Bailey que tem uma deficiência que afeta os nervos, e por isso vive numa cadeira de rodas, ainda que esteja na cadeira, ele não é um garoto infeliz, não, ele é alegre, forte, destemido e transmite sua energia para todos, até os leitores se sentem contagiado com este personagem. Até Rita, que parecia não ser importante, acabou tendo um drama para dar motivo e continuidade a outro.
Amy não queria apenas falar sobre danos, perdas e beleza, ela criou este drama para fazer o leitor refletir e se sentir parte de cada personagem. Por que é impossível não ver a bondade e a fé deles e não se sentir tocado e emocionado.

A diagramação é simples, fontes em tamanho confortável e folhas amarelas. Revisão impecável e capa extremamente significante com a história, que será compreendida após a leitura. Linda!

Este livro tem uma leitura profunda que fala da nossa realidade: amizade, amor, tristeza, dor e superação. E a beleza, que tanto é estampada na sociedade é supérfluo, um dia ela não existirá mais, que a beleza importante é a pessoa que você é, seu caráter.
Quer sentir, quer conhecer? Venha e se entregue para esta incrível história. Leitura mais que recomendada.

Gostou? Então Curta ♥

10 comentários:

  1. Eu fiquei tão apaixonada por esse livro que ainda não consegui escrever a resenha para o blog. Ele é tão mais do que apenas beleza, trás tantas reflexões e dramas que chega até a nos sobrecarregar, mas mesmo assim não consegui largar o livro um minuto se quer. Maravilhoso e concordo com tudo o que você disse ♥

    ResponderExcluir
  2. Ooi!!

    Geeente, eu não acredito que você já leu hahahaha!

    Fui no evento da Galera e me arrepiei toda quando eles contaram sobre esse livro. Tenho MUITA curiosidade em saber sobre essa história e obvio que o fato de eu ser fã de A Bela e a Fera isso aumentou muito.
    Amei saber que a autora aprofundou muito mais os sentimentos durante o decorrer da história e eu gosto muito de sicklit então depois da sua resenha obvio que vou querer mais ainda.
    Gosto da diagramação mais simples da Record <3


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  3. Olá, esse livro parece ser muito bom, com personagens bem escrito e com um boa quantidade de drama <3 Achei bem legal a autora foca bastante no drama e nos sentimentos dos personagens e sem duvida fiquei morrendo de vontade de lê-lo <3

    Visite "Meu Mundo, Meu Estilo"

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem?

    Tinha visto a resenha desse livro em outro blog e a cada resenha eu fico com mais vontade de ler. Todo mundo sabe que esse gênero não faz muito meu estilo, mas algumas obras demonstram um "quê" a mais e isso desperta meu interesse e eu acabo conferindo, e foi justamente isso que aconteceu com esse livro. A capa é chamativa e a temática abordada, incluindo todo o trabalho psicológico que a autora colocou nos seus personagens, me deixaram mega curioso para saber o que rola. Dica anotada.

    Abraços,
    Matheus Braga
    Vida de Leitor - http://vidadeleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Ana, tudo bem? Tenho visto algumas resenhas excelentes desse livro e me dá cada vez mais vontade de ler. Parece ser uma história bastante profunda mesmo, com várias lições, a principal é que a beleza exterior é uma coisa efêmera, que pode acabar, e o mais importante é o que a pessoa guarda dentro de si. Os personagens parecem ser bem construídos e o enredo parece bem desenvolvido.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima // Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  6. Menina essas histórias de gente doente quebra meu coração, as vezes fico chorosa demais ;w;
    apesar de ter colocado o livro na lista de leitura estou pensando seriamente se leio ou não sabe, as vezes esse livro me chama atenção, outras vezes não.
    contudo gostei muito da sua opinião e vou tentar dar uma chance viu ;w;
    Seguindo o Coelho Branco

    ResponderExcluir
  7. Oi Aninha, sua linda, tudo bem
    Esse livro está no topo da minha lista, preciso dele. Desde que vi a cara de sofrimento dele na capa do livro, algo me atraiu para ele. Essa é a segunda resenha que leio dele, e nossa, que história!!!! Você e a Jéssica compararam o texto ao clássico a Bela e a Fera, que é um dos meus preferidos. E a interpretação que vocês fizeram é profunda. Quando disse que ele foi para a guerra, eu já previ o que iria acontecer, todos nos sabemos o que acontece lá, mas não estamos de fato lá, então, só podemos imaginar a destruição que ela pode causar.
    Adorei a resenha!!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi Ana, tudo bem??
    Nossa sua resenha ficou tão linda... recentemente li uma resenha desse livro e não tinha essas informações, e a pessoa não curtiu muito a narrativa... eu sinceramente não curti muito a capa apesar que parece ser bem condizente com o enredo proposto... o que me chamou atenção na história, foi a temática que a autora escolheu para abordar... a questão da auto estima... que infelizmente ainda se sobressai em muitas pessoas e dependendo do contexto pode destruir a vida de alguém... enfim... fiquei com uma pulguinha atrás da orelha... vou procurar ler mais algumas resenhas para ver se tomo uma decisão... xero!

    ResponderExcluir
  9. Oi Ana Maravilhosa,

    Adoro a narração intercalada assim temos a visão das duas principais personagens e com personagens secundários bem construídos e interessantes, é uma obra que tem tudo para me agradar, sem falar que você colocou que traz temas importantes e trabalhados muito bem pela autora. Creio que deve ser um livro dos que gosto que me levam a refletir sobre várias coisas e pela resenha já fiquei apaixonada por Bailey.
    Obrigada pela dica, já anoitei na minha lista de desejos.

    Beijos
    Tânia Bueno
    www.facesdaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oi, Ana!
    Adorei essa resenha, ficou muito emocionante e eu fiquei com vontade de ler o livro. Eu gosto de sick-lit e não conhecia esse ainda e a bela e a fera é meu conto favorito da Disney, então tem tud para eu amar! hehe
    E quando a gente lê sobre pessoas que estão em situações piores que as nossas mas estão sempre pensando positivo, faz a gente pensar soobre o que realmente importa. Enfim, espero poder ler em breve.

    Beijos
    Rayssa
    http://www.techtudo.com.br/tudo-sobre/periscope.html

    ResponderExcluir