19 agosto 2015

O Príncipe dos Canalhas - Loretta Chase

Resenha por: Ana Zuky
Título: O Príncipe dos Canalhas #3
Série: Scoundrerls
Autor(a): Loretta Chase
Editora: Arqueiro
Gênero: Romance / Drama
Subgênero: Romance Histórico
Paginas: 288
Ano: 2015
Compare e Compre: Buscapé
Adicione: Skoob
Nota:
Sinopse: O Príncipe dos Canalhas - Sebastian Ballister é o grande e perigoso marquês de Dain, conhecido como lorde Belzebu: um homem com quem nenhuma dama respeitável deseja qualquer tipo de compromisso. Rejeitado pelo pai e humilhado pelos colegas de escola, ele nunca fez sucesso com as mulheres. E, a bem da verdade, está determinado a continuar desfrutando de sua vida depravada e pecadora, livre dos olhares traiçoeiros da conservadora sociedade parisiense. Até que um dia ele conhece Jessica Trent...Acostumado à repulsa das pessoas, Dain fica confuso ao deparar com aquela mulher tão independente e segura de si. Recém-chegada a Paris, sua única intenção é resgatar o irmão Bertie da má influência do arrogante lorde Belzebu.Liberal para sua época, Jessica não se deixa abater por escândalos e pelos tabus impostos pela sociedade – muito menos pela ameaça do diabo em pessoa. O que nenhum dos dois poderia imaginar é que esse encontro seria capaz de despertar em Dain sentimentos há muito esquecidos. Tampouco que a inteligência e a virilidade dele pudessem desviar Jessica de seu caminho.Agora, com ambas as reputações na boca dos fofoqueiros e nas mãos dos apostadores, os dois começam um jogo de gato e rato recheado de intrigas, equívocos, armadilhas, paixões e desejos ardentes.

O Príncipe dos Canalhas da autora Loretta Chase, lançado pela editora Arqueiro, é o terceiro livro da série Scoundrels, composta pelos seguintes livros: The Lion’s Daughter, Captives of the Night, Lord of scroundrels (O Príncipe dos Canalhas) e The last hellion. Cada livro fala acerca de uma história de amor de casal diferente. Não tendo necessidade de seguir a ordem de leitura, tanto que a editora optou por lançar o terceiro da série.

Sebastian Ballister, Marquês de Dain, mais conhecido como Lorde Belzebu, tem a fama de ser canalha, usando e abusando de sua fama. Quando criança, Sebastian, foi abandonado pela mãe e pelo pai, que logo após a sua esposa fugir, mandou a criança para um internato, onde foi humilhado pela sua aparência nada convencional, além do mal tratos que sofria, o bulling. Mas, tudo isso serviu para ele saudar por renome, tanto que, após a morte de seu pai para manter o título, pagou as dívidas deixadas. Lorde Dain, por se considerar “não merecedor” de sentimentos alheios, principalmente por qualquer dama, criou sua fama de canalha como um escudo, que no fundo anseia por qualquer sentimento, mas que demonstra repudiar. Isso até a chegada da senhorita Jessica Trend, que veio com sua vó a Londres para recuperar seu irmão das garras do Lord Dain.
Jessica Trend, é uma jovem bem à frente de seu tempo, que não se inclina a seguir as regras da sociedade, seu desejo é abrir uma loja de antiguidades, e por isso tem olhos que captam, mesmo sendo de aspecto horrível, a beleza. E foi assim que ela viu a beleza em Lorde Dain.
Lorde Dain completamente confuso pelo interesse da senhorita Jessica, por que até onde ele entende, o interesse que ele conquista é o pago pelas cortesã e não por uma dama; acaba se envolvendo, e as reviravoltas do destino acaba os aproximando e despertando neles além da curiosidade.

Narrado em terceira pessoa, os detalhes da época, no final do século XIX, foram bem explorados e os personagens bem colocados. Loretta, a autora, conseguiu fazer um romance, mesmo que previsível, se tornar encantador e dramático na dose certa. Para quebrar a mesmice, Loretta, encanta muito mais com uma personagem desafiadora para a época, dando ao leitor momentos hilários e inesquecíveis. Não posso esquecer de mencionar o suspense e a ação que incrementam a história, a deixando dinâmica e muito mais interessante; elemento capaz de fazer o leitor se sentir mais envolvido e interessado em descobrir a razão que está levando os personagens a passarem pelo momento angustiante.
Os personagens são maravilhosos. Criados de forma que me fizeram acreditar, desde o início, um sendo a metade da laranja, ou a tampa da panela (Não dizem que para cada panela tem a tampa ideal. Rs), resumindo minha lógica – bagunçada –, almas gêmeas. A personalidade diferente de cada um, como a do personagem Lord Dain, foi moldada por um passado perturbador, levando ele a crer que era “feio”, que não merecia o amor e envolvimento com qualquer dama. Criando sua fama, na sociedade exigente de Paris, sendo o libertino, depravado, o próprio “diabo” em pessoa, não se engane, ele adora a fama que tem. Contudo, ao decorrer da leitura, logo que a Sra. Jess entra em cena, é possível acompanhar o crescimento deste personagem, e a entrega dele para os sentimentos, mesmo não se sentindo merecedor e batalhando com todas as forças para não ser consumido. Por este motivo, mesmo ele sendo o personagem mais provável, consegue encantar o leitor.
Senhorita Jessica Trend, é uma figura, é a personagem mais envolvente, ela foge dos padrões de mocinhas clássicas e conhecidas por leitores. Ela é forte, destemida, batalhadora e tem uma boca que não segura nada. Fala sem medo de repreensão e quando deseja algo, não tem medo. Para a sociedade que não admite atitudes como a dela, ela pode ser considerada a heroína das mocinhas. Rs
Sra. Jess, é quem faz este romance ser uma comedia romântica.
Personagens secundários, como a vó de Jess e o irmão, são figuras que dão diferentes tons e sentido a história, cada um com sua parte para o desenrolar e aproximação dos personagens Jess e Dain. Assim, como os “amigos” de jogatina e diversão de Lord Dain, que levam o romance tomar o rumo da ação.

Loretta Chase criou uma história cativante, e diferente do que estou acostumada a ler, ainda mais se tratando de romance histórico. Não é à toa que ela foi vencedora do prêmio RITA de melhor romance histórico.

O livro segue com diagramação simples, fontes em tamanho confortável para leitura e revisão impecável. A capa é linda!

Para os leitores que gostam de romance histórico, ou para os que querem iniciar no gênero, O Príncipe dos Canalhas com certeza é um ótimo livro. Será, quase, impossível não se encantar com Lord Dain e Sra. Jessica Trend e sua história linda de amor. Leitura (super) indicada!

Gostou? Então Curta ♥

11 comentários:

  1. eu ja li e confesso que quis dar umas pauladas no Dain, mas no fundo é impossivel não se apaixonar por alguém tão sofrido e por uma mocinha tão sagaz quanto Jessica
    felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oiii Ana!

    Eu lembro que quando surgiu esse livro, eu não tive não tive vontade de ler porque não curti essa esse titulo. Mas eu me arrependi taaaanto de não solicitado pq parece ser ótimo, não é atoa que ganhou esse premio, todas as resenhas são extremamente positivas, e eu estou me apaixonando por romances de época. Acho que adoraria esse livrp.


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Aninha, tudo bem?
    AINN... Dain e Jess, um dos melhores casais mais apaixonantes e divertidos que já conheci. GENTE eu ri horrores com esse livro. Realmente mereceu o prêmio e estou louca para ler outro livro da autora.
    O príncipe dos canalhas é um livro maravilhoso e eu amei. Parabéns pela resenha.

    Beijos
    Leitora Sempre

    ResponderExcluir
  4. Ana lindona eu li e amei esse livro, a construção dos personagens foi impecável, e amo os diálogos inteligentes entre eles, nesse guerra particular. Como não se encantar com esse casal e a escrita fluída da autora. A capa está linda. Um de meus queridinhos em romances de época. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  5. Oi! Gostei da sua resenha sobre esse livro, acho que até o momento foi a que mais me atraiu, mesmo que só por se tratar de um romance de época eu ja tenha ficado curiosa. Ainda não e rendi a essa nova paixão das blogueiras, mas espero logo me começar a ler algum.
    Legal a editora ter lançado esse primeiro ao invés dos outros. Beijos.
    Blog Cantar Em Verso

    ResponderExcluir
  6. Oi, Ana!
    A história merece destaque mesmo por fugir do estereótipo de mocinho lindo e maravilhoso e ainda lidar com o tema paternidade de uma forma bem legal. Gostei da história, mas não é o meu romance de época preferido, faltou um tiquinho pra eu me encantar totalmente.
    Beijinhos!
    Giulia - www.prazermechamolivro.com

    ResponderExcluir
  7. Esse romance entrou para os meus favoritos ♥
    É exatamente como você disse, praticamente impossível não se apaixonar por esses dois *-*
    Loretta mereceu mesmo aquele prêmio haha

    Beijinhos ;*
    http://www.guardiadebibliotecas.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi Ana, tudo bem?

    Eu preciso ler esse livro!!!!! kkkkkkk
    A cada resenha que leio fico mais curiosa.
    Adorei a sua, por sinal.

    Bjin da B
    Mundo B - Paixão, Amor e Outros Vícios
    http://www.brendalandim.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Oi, Ana, tudo bem?
    Ahhhh se é romance de época eu já gostei! rs
    Acho que jamais vou me cansar desse gênero, mesmo se a história foi semelhante a tantas outras que já li. Esses bailes, cavalheiros (ou nem tanto) sempre me arrancam suspiros.
    Eu não fazia ideia de que se tratava do terceiro livro :O Bom saber.
    Juro que fico tentando imaginar qual é a parência desse lorde (me diz que há uma descrição detalhada no livro!).
    Adoooooro mocinhas que não se prendem às regras da sociedade! o/ (toca aqui Jess!).
    Sua resenha me deicou super curiosa, Ana!

    Beijos,
    Amanda
    http://www.confissoesfemininas.com/

    ResponderExcluir
  10. Oi Aninha, sua linda, tudo bem
    Já vi uma resenha dizer que esse livro é uma releitura de A Bela e a Fera. Não importa quantas vezes eu leia, eu sempre fico indignada com o tratamento que o pai deu a ele. Eu consigo imaginar o choque dele quando ela se interessou por ele. Adoro diálogos inteligentes e esse parece ser um deles, a personagem é bem desafiadora, forte e se ainda tem mistério, não precisa dizer mais nada: estou rendida!!!!!! Sua resenha ficou ótima!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oi Aninha,

    Eu estou simplesmente louca para ler este livro e quero encontrar uma promoção básica para comprar e lê-lo o quanto antes. As resenhas que tenho lido só me instigam ainda mais e tenho certeza que vou me apaixonar tanto pelo Marquês de Dain que dizem ser um escândalo e a minha admirada desde a primeira resenha que li, Jéssica Trent. Ela é porreta e uma mulher muito a frente do seu tempo que não baixa a cabeça não.

    Bjs
    Tânia Bueno
    www.facesdaleitura.com.br

    ResponderExcluir