14 outubro 2015

O Vilarejo - Raphael Montes

Resenha por: Ana Zuky
Título: O Vilarejo
Autor(a): Raphael Montes
Editora: Suma das Letras  
Gênero:  Terror/ Horror
Paginas: 96
Ano: 2015
Compare e Compre: Buscapé
Adicione: Skoob
Nota:
Sinopse: Em 1589, o padre e demonologista Peter Binsfeld fez a ligação de cada um dos pecados capitais a um demônio, supostamente responsável por invocar o mal nas pessoas. É a partir daí que Raphael Montes cria sete histórias situadas em um vilarejo isolado, apresentando a lenta degradação dos moradores do lugar, e pouco a pouco o próprio vilarejo vai sendo dizimado, maculado pela neve e pela fome.As histórias podem ser lidas em qualquer ordem, sem prejuízo de sua compreensão, mas se relacionam de maneira complexa, de modo que ao término da leitura as narrativas convergem para uma única e surpreendente conclusão.

O Vilarejo do autor nacional Raphael Montes, lançado pela editora Suma das Letras, oferece ao leitor sete contos de terror/horror, cada um contando e simbolizando os sete pecados capitais. Cada pecado é ligado ao demônio que o simboliza, sendo: Asmodeus (Luxuria), Belzebu (Gula), Mammon (Ganância), Belphegor (preguiça), Satan (ira), Leviathan (Inveja) e Lúcifer (Soberba).

Narrado em terceira pessoa, os contos vão mostrando a forma que cada pecado se manifesta nos morados do pequeno vilarejo localizado em Cimeria. Afastado, o vilarejo acabou no esquecimento após o estouro da guerra civil, assim sendo entregue a “boa sorte”. Os moradores que antes eram receptivos, com o efeito da guerra começam a passar frio e fome, deste modo a vida começa a ser negligenciada e indo na direção da ruína.

Raphael Montes, no prefácio, avisa sobre a autoria do livro, não sendo dele, mas sim de uma senhora chamada Elfrida Pimminstoffer, já falecida. O Trabalho do autor é bem destacado, sendo ele o tradutor, já que o manuscrito, escrito a mão, se encontrava num idioma desconhecido, sendo descoberto mais tarde ser uma língua morta.
O livro tem apenas 96 páginas e se trata de contos, ainda sim, toda a descrição da trama foi feita na medida certa, sem prolongas ou falta; e os detalhes, que necessitam de toda atenção do leitor, vai ligando os personagens e situações até o final. Podendo causar ao leitor incredulidade da história, provocando a reler e, então, chegar ao veredito da genialidade e perfeição desta história.

Este é o primeiro livro que leio em nome do autor, não esperava muito - o que pode ter induzido minha reação final -, e por isso acabei boquiaberta e com aquele gostinho bom de quero mais. Na obra, Raphael não quer apenas assustar, ele quer mostrar do que o ser humano é capaz, até o mais inocente se corrompe, bastando apenas uma fagulha para vir à tona.

 Nas 96 páginas senti repulsa, perturbação e ansiedade, contrariando meu interesse com relação ao medo, isso acabou passando longe, mas só o suspense e os sentidos citado logo acima, me fizeram admirar e dar nota máxima.

O leitor que gosta ou está à procura de histórias do gênero igual ao deste livro, não pode deixar de ler O Vilarejo. Garanto fascínio e surpresas.

Gostou? Então Curta ♥

11 comentários:

  1. Ana, raramente leio livros de terror, sou muito medrosa kkk Mas não posso deixar de falar que tive uma curiosidade para ler esse livro. Achei bem interessante o livro abordar contos contando os sete pecados capitais, causando diversas reações inesperadas ao leitor.
    Adicionei em minha lista de leituras e espero conferir em breve esse livro ;)
    Bjs!

    ResponderExcluir
  2. to mega curiosa para ler o livro pois amo demais ler contos, a editora caprichou nessa ediçao e na capa, adorei.

    ResponderExcluir
  3. Eu adorei essa ideia de cada conto simbolizar um dos pecados capitais. Estou com bastante vontade de ler esse livro, ele parece ser ótimo, e imagino que os contos sejam incríveis. Só imaginava que o livro fosse maior, 96 páginas parece tão pouco... Mas espero ler ele logo mesmo assim :)

    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Ana, há algumas semanas que quero focar mais em leituras de horror, terror e suspense, mas estou sem livros sobre os gêneros. O Vilarejo é encantador para mim, pois inicia-se em uma leitura leve e rápida, não tão leve assim, risos. As ilustrações e a escrita do autor me parecem bem favoráveis. Além, claro, da divisão em contos e do pequeno tamanho do livro. A proposta de nos mostrar contos aterrorizantes baseados nos 7 pecados capitais foi incrível. Gostei bastante.

    ResponderExcluir
  5. Oiii!

    Eu não li esse livro mas ele está movimentando as redes sociais. Não sou muuuuito fã do estilo, mesmo gostando de ler além de assistir, normalmente eu passo o terror e suspense.
    Achei interessante o trabalho do autor e a mensagem maior que ele tenta passar. Muito legal essa reflexão sobre o que o ser humano é capaz. As vezes nem nos damos conta disso né?

    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  6. Oi! Gostei bastante da premissa dos contos, acho a ideia dos sete pecados capitais bem interessante e só li uma obra que aborda o gênero até hoje. Acho bem legal quando nos surpreendemos com os autores e queremos mais da obra.
    Esta é tão curtinha que mesmo sem ler eu já fico triste.
    Beijos
    SIL | Estilhaçando Livros

    ResponderExcluir
  7. Olá! Nunca li nenhum livro do gênero, contudo tenho muita curiosidade, apesar de não ser fã de filmes de terror, mas gostar de suspense. Li comentários super positivos sobre este livro e agora com as suas 5 estrelas, acredito que seja uma história, ou histórias, já que são contos, que valem a pena ser lidas *-*

    ResponderExcluir
  8. Oi Aninha, sua linda, tudo bem
    Achei genial a ideia que o autor teve, escrever contos independentes, de pessoas diferentes, que a princípio não tinham nada a ver uma com a outra, para no fim, todas as pessoas e histórias estarem interligadas umas as outras!!!!! E ainda, representarem, cada uma delas os sete pecados, simplesmente, o máximo!!!!! Só acho que não leria, pois esse autor é um pouquinho forte demais em seu texto, aí eu não aguento, risos.... Uma pena, pois realmente gostei da originalidade. Para quem aguenta, deve ser uma excelente obra.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Ainda não li nem um livro do autor Raphael Montes, mas só li comentários positivos referentes a esse livro e por esse motivo adicionei ele em minha lista de leituras, pois além de gostar de livros com contos, adoro contos de terror, e pelo visto os contos desse livros são ótimo e de dar medo.
    Sua resenha está muito boa e pretendo ler O Vilarejo em breve.

    ResponderExcluir
  10. Um dos principais motivos de de eu não querer ler esse livro é porque ele é de terror, é raro algum livro desse genero me interessar e esse infelizmente não me chamou atenção o suficiente para querer ler

    ResponderExcluir
  11. Eu tô muito indecisa sobre este livro, primeiro são várias opiniões que eu leio que me deixam de cabeça cheia. Porém eu sou dificil de ler contos só que tenho vontade de le-los, eu sou mega esquisita com isso.Nunca li nada do autor, mais pretendo começar.

    ResponderExcluir